TUAS PERNAS

TUAS PERNAS
.
Longas, roliças,
Firmes como colunas.
Portais de um Templo,
Seduzem meu olhar.
.
Como garras de animal faminto,
Prendem meu corpo.
Atraem-me, sorvem-me,
Estimulam-me ferozmente.
Rendem meus sentidos,
Dominam meu corpo.
.
Imerso em teu Templo,
Entregue e ofegante,
Queimo em prazeres
E paixão.
.
Wagner Mar

Comentários

  1. Wagner,
    Quente e atraente, delicado e preciso, forte e terno, audacioso e belo ... somente poderia ser construído por um poeta.. você.
    Beijo carinhoso,
    Rita

    ResponderExcluir
  2. José Manoel Cardoso25 de outubro de 2010 13:09

    Muito bonito, Mar.
    Muito bonito.
    Um abraço.
    José Manoel (Cardoso)

    ResponderExcluir
  3. MEU QUERIDO!! ESTA PASSANDO DA HORA DE FAZER O QUE LHE SUGERI. ESTE LIVRO ESTÁ MAIS QUE ACABADO!! JÁ TEM POTENCIAL PARA UM SEGUNDO!! VAMOS PENSAR MAIS SOBRE O ASSUNTO?? TE AMO....BEIJOS 1000
    GISELA MAR DE LIMA

    ResponderExcluir
  4. Lindo! MUITO bonito. Sensual e delicado. Gostei demais.Ah! Você é um romântico...
    Forte abraço

    Cleide

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Parabéns! Você está cada vez mais inspirado.Isso é bom demais, assim, vemos a vida com olhos sensíveis, não deixando escapar aquilo que é realmente importante!
    Mil beijos,
    Silvia

    ResponderExcluir
  6. Wagner
    Este poema faz perder o fôlego...
    Muito lindo. Arrasou !!!!
    Beijos
    Márcia

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas